2017 go go!!

O Inverno ficou para trás, assim como o período do ano em que investimos em realizar um planeamento do projecto nas suas diversas vertentes 🙂

O ano passado foi o ano de experimentação e de procura por soluções sustentáveis. Foi também o período de adaptação à vida campestre, ao ritmo da agricultura e ao trabalho no campo. Estamos a desenvolver dois projectos em paralelo com a horta, que vão ser divulgados em breve pois ainda estão na fase inicial de desenvolvimento.
Estivemos a fazer entregas dos nosso produtos (tomate seco, doce de tomate, sabão natural, conservas de pimento assado, azeite biológico e saquinhos de flores de calendula) em Lisboa e esperamos este ano ter um stock bem mais recheado e variado.

14642924_701939433290207_1938415990_n

Sabão de argila rosa e sal dos himalaias

O Inverno é também uma óptima altura de experimentar novas receitas!

Temos feito também muito sabão! Natural, vegan, com produtos biológicos e biodegradável! Criámos a página deste projecto com o nome FLOS – Cosmética Natural e Biológica. Vejam em: https://www.facebook.com/floscosmeticanatural/?fref=ts

Podem encomendar por mensagem directamente na página 🙂

17457892_1582766025097367_2300164262626438125_n

sabão de argila verde enriquecido com carvão activado e manteiga de cacau

Este ano vamos aumentar bastante a horta e começar a vender regularmente produtos hortícolas biológicos!

Estivemos a resolver questões de rega e de organização da horta. A rega vai ser alterada pois o sistema solar que montamos estava a ser um factor limitante porque só nos permitia ter 5000L/água por dia.

A distância da horta à água foi um dos principais desafios porque não é possível puxar água com uma bomba a mais de 10 metros da fonte de água. Olha, nós temos 22 metros e foi assim que fizemos no ano passado! Regámos, mas a bomba estava continuamente a desferrar (quebrar o vácuo que permite o movimento da água)  o que levava a horas de trabalho semanais a pôr o sistema novamente a funcionar. Insistíamos em continuar com o sistema de rega solar, porém sem sucesso para a nossa situação. Depois, as peças da bomba são muito frágeis e não estão adaptadas a um uso mais frequente e necessário numa horta maior. Já não sei quem me disse mas tenho me lembrado desta frase: “If it is not working it is not permaculture”.

 

Tivemos de montar um sistema de rega novo e manter o sistema solar de forma mais simples e como sistema auxiliar. Gostávamos de o usar para encher o depósito e realizar a rega do viveiro e ter água para usos rotineiros.

Vídeo – Bomba a funcionar

IMG_20170209_091820

Mãos com terra, mãos felizes! Dirty hands are happy hands

E a preparação da terra e das camas já vai encaminhada!  Antes de as plantas irem para o solo há o trabalho invisível. Os microorganismos, as minhocas e bichos de conta preparam continuamente o solo 🌻 nós pesquisamos e planeamos para que na primavera o trabalho seja corrido e organizado. Ainda estamos a aprender a fazê-lo. As mãos já tinham saudades de estarem repletas de vida ♥ está quase 🍃

 

 

17836900_802734763210673_435749855_o

IMG_20170405_102707

17837670_802733963210753_1285285203_o

Vamos adoptar um sistema de plantação com camas mais estreitas, mais curtas e com caminhos estreitos para facilitar a monda manual. A monda é uma tarefa constante num sistema de produção em modo biológico. O plástico preto é utilizado para diminuir a frequência da monda mas nós preferimos utilizar cartão, uma alternativa biodegradável ao plástico e não poluímos o ambiente. A palha e cartão mantêm a humidade do solo e vão-se decompondo criando uma camada de húmus.

O solo vai sendo melhorado de ano para ano.

Agora temos uma ajuda extra: a moto-enxada ou la mulla como dizem os nossos companheiros espanhóis.  Adianta bastante o trabalho e é um investimento essencial para quem não tem tractor.

Clip da Motoenxada a trabalhar

(instagram: eva_naterra)

Estamos também a criar uma oficina, um espaço de trabalho organizado, fresco e agradável na horta. Estamos a recuperar um pequeno casão que já lá estava (limpar, colocar electricidade, colocar uma torneira, caiar e refazer paredes).

As árvores reagiram bem ao inverno! Estão cheias de flores e novos ramos!

A cobertura de palha do pomar misto seduziu os convidados que procurávamos: redes de fungos e micorrizas que vão ajudar as árvores a prosperar quando o calor apertar.

16462978_770374283113388_463149247827486334_o

Micorrizas no pomar

Os pessegueiros e ameixeiras foram os primeiros a dar sinal de vida 🙂

16300278_766754320142051_8671738757997014125_o

Quando chegamos à horta são estas surpresas que nos fazem o dia

 Sabes o que é? É um vestígio bem fresco da presença de raposas ! Uma raposa vive em média 10 anos, são animais crepusculares e sociais que vivem em famílias com 2 a 5 membros, com os adultos que tomam conta das crias. Apesar do empenho dos adultos na criação dos pequenos, há uma taxa de mortalidade muito elevada até aos 10 meses de vida. No nosso país, para além dos atropelamentos e envenenamentos acidentais, é legal caçar raposas. Vamos acabar com esta destruição da vida selvagem que nos rodeia? Assinem a petição em http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT84351

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s